sexta-feira, 13 de maio de 2011

Gente diferenciada

Primeiro eu ia escrever, depois, não ia mais, mas diante de tanto assunto, me decidi por este post. O churrascão realmente deu o que falar e está entre os assuntos mais comentados no Facebook e Twitter, segundo o Estadão. E também, segundo o mesmo jornal, ele teria sido cancelado devido a grande adesão da massa. Sim, realmente, no Facebook estão confirmadas mais de 50 mil pessoas para o tal evento. Claro que isso tudo dá pra lotar o Pacaembu e quem tem o mínimo de senso comum, sabe que só um terço irá aparecer.

Mas fica a pergunta, se vai tanta gente, por que foi cancelado? Ainda segundo o site do jornal, é porque a intenção não era fazer baderna, complicar o trânsito e nem ter possíveis atitudes violentas com o protesto. Concordo neste ponto, mas voto para que o evento aconteça, já que a causa é justa e é um absurdo o governo acatar um abaixo-assinado de 3500 pessoas que não precisam do metrô para se locomoverem.

Diante da pressão da população (e de muitos jornalistas e blogueiros) o governo parece que voltou atrás e disse que a estação será sim construída, talvez não na mesma esquina, mas a um raio de 300 metros da Avenida Angélica. Depois de ler algumas matérias sobre o assunto e algumas opinões pela internet, acredito que a estação é fundamental, já que a Avenida Angélica está bem no centro do bairro.

Além de ter sido completamente infeliz em sua colocação, Pedro Ivanow, o responsável pela associação do bairro colocou que a estação deveria ser mais perto da FAAP, já que uma das principais intenções do nova linha seria facilitar o acesso aos estudantes. Francamente, que estudante da FAAP vai de transporte coletivo para a aula? Talvez apenas os do colegial que não tão privilegiados e não possuem um motorista antes de fazer 18 e ganhar o carro do ano.


O organizador do Churrascão garante que ainda haverá algum tipo de movimentação por lá amanhã, porém, de uma maneira diferente. Depois de um balde de água fria, só nos resta guardar a farofa pra comer em casa mesmo...


Um comentário:

Anônimo disse...

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/higienopolis-o-preconceito-estupido-da-imprensa-contra-gente-decente-avancou-para-o-anti-semitismo-neonazista/