quarta-feira, 8 de julho de 2009

Happy Fourth of July!

A comemoração do 4 de Julho tinha tudo para ser glamourosa, o show pirotécnico prometia ser o melhor de todos, afinal, era aniversário de 400 anos do Rio Hudson. A multidão não decepcionou, parecia que tinha mais gente lá do que na China e o povo todo espremido tentando ver um pouquinho (e eu no meio, claro). Os norte-americanos têm vantagem em muitas coisas sobre nós, mas fogos não é uma delas. Teve quase contagem regressiva para começar (por um minuto, confundi com a virada do ano) e a cada explosão de luz no céu, vinham as exclamações: "Oh!". Quem tem o prazer de passar o Reveillon na praia, como nós, brasileiros, ficaria decepcionado com os fogos do 4 de Julho. Eram lindos, sim, mas faltava algo e depois de uns cinco minutos, descobri. Faltava barulho. Os fogos eram apenas pontos iluminados no céu, e os rojões com os estouros que fazem o coração pular, vinham só às vezes. A localização também pecou bastante. Quem foi que disse para eles que o local ideal é abaixo do nível da rua? O fogos têm que explodir lá em cima, bem na nossa cabeça. Ou seja, quem preferiu não ficar embaixo de algum braço segurando uma máquina fotográfica, não viu muita coisa.

Nenhum comentário: