quinta-feira, 18 de junho de 2009

E meu dólar?

Perdido meu bilhete do metrô, fui lá eu comprar outro. Aqui, eles adoram uma máquina, é máquina de café, de refrigerante, de tudo, até para o bilhete do metrô. No Brasil, até tentaram, mas essa moda não pegou. O bilhete ilimitado é mais caro, por isso, resolvi primeiro colocar a nota mais baixa e depois as mais altas. Lá se foi a de um dólar, ok, aceitou, quando coloquei a de 20, ela passava pelo mecanismo e a máquina a cuspia de volta. Desisti e fui comprar no caixa, mas a máquina se recusou a me devolver o meu um dólar. Apertei, apertei e nada. Aí, veio um técnico:
- Ah, a máquina engoliu seu dólar?
- Sim.
- Ele deve ter travado aqui dentro.
Ele tenta, tenta e nada do um dólar. Vendo que também não ia conseguir, ele imprimiu o meu recibo, aonde constava que a máquina engoliu o meu dólar e me disse também que eu só poderia pegar depois, que eles me enviariam um cheque no valor descrito no recibo!!!
Não entendendo muito bem, deicidi perguntar mais um vez para o moço do guichê. E para a minha surpresa o tal do "cheque" só viria depois de uma ligação para a central do metrô dizendo que meu um dólar ficou preso lá na máquina tal. O que custava eles me darem o crédito de um dólar na hora? Se é mais fácil complicar, para que simplificar....

Nenhum comentário: