quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Gaza


Resolvi que o assunto de hoje seria a Faixa de Gaza. Afinal, ela é manchete em todos os noticiários do mundo. Aprendi sobre o conflito no colégio, mas já não me lembro muito o que aconteceu e por que há tanta disputa por um pedacinho de terra. Comecei, então, a pesquisar sobre o assunto. Gosto da Folha Online porque ao final de cada matéria tem um link: "Entenda mais sobre X". Cliquei e estou lendo até agora um longo texto sobre israelenses e palestinos. Li, li e reli e chego à conclusão de que parece briga de criança na escola.


Israel pegou um pedaço de Gaza e construíram algumas colônias, o que é proibido de acordo com a Quarta Convenção de Genebra (fixar residência em um lugar já ocupado), depois a Palestina renunciou a um pedaço do território que seria de Israel, mas o Hamas não reconheceu essa renúncia e continuou brigando por ele. Com isso, a Palestina ficaria com a Faixa de Gaza e um teco da Cisjordânia, mas a Faixa de Gaza é ainda controlada pelos israelenses, eles controlam a região e usufruem dos recursos hídricos e naturais. Aí, os palestinos não gostam nada dessa situação, aí veio a Intifada (isso você já deve saber pelas aulas de História), aí vieram os bombardeios e aí, veio o muro (que ficará para um próximo post).


Enfim, mesmo que você queira, não é possível entender o conflito, não é possível ver quem tem razão, não é possível compreender porque precisam derramar tanto sangue por 360 quilometros quadrados. A maioria da população de Gaza é palestina e são refugiados de guerra. Eles vivem com menos de dois dólares por dia por conta das barreiras impostas pelos israelenses e pelo controle do Hamas na região. Hoje, a ofensiva militar já deixou mais de 600 mortos, 2500 feridos, entre crianças e mulheres, palestinas ou israelenses.


2 comentários:

Rui Coelho disse...

israel é aquele bêbado que entra na festa sem ser convidado, onde ninguém lhe conhece, e depois vai mudar o disco que tá a tocar.

a propósito, isto podia ser cinema:

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1355924&idCanal=11

Thales disse...

Só pra ver se eu entendi...

- A criança chegou em casa e a mãe perguntou: cade seu estojo?
O filho respondeu que não gostava mais e por isso deu o estojo pra um colega de classe. A mãe ficou indignada e ordenou que o garoto recuperasse o material, porém a outra criança que havia recebido o estojo não queria mais devolvê-lo. Aí, o pai da primeira criança ficou revoltado e iniciou uma guerra com a família do outro menino.

É isso?