quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Ano Novo

A noite vai chegando
O branco vai cegando
Os fogos explodindo
Nas estrelas cansadas do céu

Quero que o ano passe
Que o sol se abra
Que o tempo voe
Que a alma descanse


O mundo e todos seus sentimentos
Girando, gritando, sucumbindo
Nos eternos traços dos momentos

Quero que o novo ano traga só alegrias
Quero que a contagem regressiva varra
Para bem longe, todos os meus lamentos.


Um comentário:

Thales disse...

Glub...
(engolida a seco)