segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Não é bola de cristal

Não, não somos sensitivas. Não, não sabemos ler as cartas, não temos bola de cristal e nem adivinhamos a sorte. Não traçamos o futuro através dos astros e nem adivinhamos pelas linhas da palma da mão. Apenas sentimos. Toda mulher tem uma certa intuição, um feeling, um "algo me diz", um sexto sentido. Segundo o espiritismo, o sexto sentido é representado por um órgão no corpo humano, a epífise, uma glândula situada perto do cérebro. Não acredito que seja para tanto, nem quero dizer que todas as mulheres são médiuns.
Elas sabem do que estou falando. Se você é homem, esqueça, você nunca entenderá. Nós, mulheres, sentimos, ficamos com a pulga atrás da orelha e com o pé atrás. Percebemos que algo não está certo, que algo deve ser mudado, que há alguma coisa incomodando. Já tive meus momentos de "vidente" e poucas vezes me enganei em relação ao que sentia. Fica uma angústia, um aperto no peito, um incômodo na alma que a gente até consegue disfarçar, mas não conseguimos enganar a nós mesmas. Não sei porque as mulheres são assim. Talvez seja pelo fato de sermos mãe, de gerar alguém dentro de nós. Vai que há uma ligação cósmica mais profunda nisso do que cientistas e pesquisadores já puderam desvendar.
Às vezes, conseguimos ter a certeza absoluta e comprovada pelos outros cinco sentidos do corpo, às vezes não. Às vezes, o que estava incomodando passa, às vezes é o tempo que o faz desaparecer. Não temos evidência do porquê sentimos, não conseguimos explicar, só nós sabemos, só nós entendemos. Se você, mulher, está lendo isto, sabe muito bem do que eu estou falando.

Um comentário:

Thales disse...

Homens tem epífise?
Beijos