terça-feira, 21 de outubro de 2008

Adeus ano velho...

O final do ano nos pega de surpresa, quando menos se espera já vimos os enfeites de Natal nos shoppings, as compras alucinadas, os planos das festas. E com ele também chega o peso do ano que passou, das alegrias e tristezas vivenciadas, dos dias chuvosos que passamos embaixo do edredon, dos filmes que vimos, das manhãs ensolaradas, da areia quente da praia no verão, das desilusões choradas e das incertezas criadas.
Muitas pessoas esperam que o ano acabe logo para que todos os problemas desaparecem, assim como os fogos da virada. Nunca pensei assim, nunca anseei pelo final de um ano, nem tive a esperança de uma nova época para mudar tudo. É verdade que ainda temos dois meses para o final do ano, o que pode ser muito ou pouco, depende do ponto de vista.
Posso dizer que esse ano eu comecei a pensar assim, comecei a desejar pelo ano que está por vir, a desejar por uma nova fase que deixe para trás todos os obstáculos enfrentados em 2008. Um ano mais simples de se viver, um ano com menos conflitos, um ano de paz, um ano de muitas alegrias e conquistas, um ano para ficar para sempre na memória. Dois meses é pouco tempo para reconquistar o tempo perdido de 2008, dois meses é pouco diante de um ano inteiro que vem pela frente. Nesses dois meses, o ideal é fazer com que o ano que está passando tenha valido a pena e se despedir com classe do tudo que você já não quer mais levar para 2009. Adeus ano velho.


Um comentário:

Thales disse...

;)
Isso, Pequena. Boa!
Ja que estive presente nos piores momentos, vai ser fácil estar ao teu lado nos melhores.
Como te prometi, seremos protagonistas de todas as coisas boas que estarão por vir. Faremos o nosso ano bom.
Beijos